27 novembro, 2007

||| Religião para fins pacíficos.
«Uma professora primária britânica que trabalhava no Sudão foi presa na capital do país, Cartum, e está sujeita a uma pena de 40 chibatadas pela acusação de blasfémia, por ter permitido aos seus alunos baptizarem um ursinho de pelúcia de Maomé.» Sei que o facto de estar a ler o livro de Christopher Hitchens pode agudizar a reacção a notícias deste tipo, mas enfim.
[FJV]

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger NUNO FERREIRA said...

Total solidariedade para com a pobre. Mas, aproveitando a deixa, se eu mandasse, eram 100 chibatadas ao Miguel Sousa Tavares (não, não sejam crueis, não tem a ver com o novo bestseller)por ter escrito hj na "Bola": "foi quase patético ver o esforço que o guarda-redes da Académica fez para facilitar o segundo e o terceiro golos do Benfica".
Ai ai, MST, no Sudão ou em Singapura, já tinhas os rins em brasa...

12:30 da manhã  
Blogger ana cristina leonardo said...

deus não criou certamente os peluches mesmo que tenha criado os homens

11:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home