25 novembro, 2007

||| ASAE?
E se a ASAE fosse a Madrid? Retrato de algumas casas que fechariam na capital espanhola, antes de a ASAE ser encerrada.
[FJV]

Etiquetas:

8 Comments:

Blogger CMF said...

Caro FJV, nem mais. Estou a viver em Granada, e nos últimos dias, enquanto vou tapeando pelas barras, e matutando nas notícias que vou recebendo sobre a ASAE, tenho feito semelhante exercício, e suspeito que poucos lugares resistiriam à fúria de uma ASAE. No entanto, estou vivo e de boa saúde, mesmo depois de tanto "arriscar a vida" nestes lugares "nao-cerificados". Um mistério! Devo andar cheio de sorte.
(Fora de brincadeiras: Zapatero bem tem tentado arrasar isto, mas Espanha ainda é espanhola. Gloriosamente espanhola. Salve-nos isso.)

CMF

6:13 da tarde  
Blogger Nuno M. S. Aleixo said...

Os espanhóis são porcos... bora lá ser também! Excelente! Tanta coisa onde seria bom imitar os espanóis e vão logo escolher isto!

2:13 da tarde  
Blogger CMF said...

Sim, sim, são uns porcos. É por isso que são actualmente os líderes da gastronomia mundial, juntamente com os japoneses, do outro lado do mundo. A ignorância é mesmo atrevida...

2:42 da tarde  
Blogger Nuno M. S. Aleixo said...

Caro cmf, como deve saber, os espanhóis podem ser lideres de mercado naquilo que quiserem devida á sua capacidade de trabalho e marketing. E nem coloco em causa que sejam líderes de gastronomia a nível mundial... seja lá isso o que for! Os EUA também são líderes em exportar a sua má gastronomia pelo mundo inteiro e isso não quer dizer que não seja uma bela trampa, curiosamente decerto sabe também, que a denominada "junk-food" e os seus restaurantes não são fechados em nenhum local do mundo porque são de uma extrema limpeza e higiene. E voltando aos espanhóis só mesmo a sua capacidade de trabalho para serem líderes, porque comparar a gatronomia portuguesa e espanhola é a mesma coisa que comparar cagalhões com marmelos! Mas, não ligue o que eu digo... coisas de ignorante, mas atrevido!

3:00 da tarde  
Blogger CMF said...

A gastronomia espanhola está neste momento no "topo do mundo" por duas razões: 1) Uma revolução tranquila na cozinha tradicional, feita por uma geração de cozinheiros que gira em torno de Adriá e Arzak; 2) 3000 anos de história, de uma cozinha riquíssima, feita das culturas cristã, judaica e árabe, com raízes também fenícias, e enriquecidas mais tarde pela América do Sul. Comparar a gastronomia portuguesa com a espanhola nem faz qualquer sentido, porque existem várias gastronomias espanholas, qual delas a melhor!, o que implica necessariamente que esta seja mais rica. A dimensão não perdoa. Mais ainda, quem conhece minimamente as duas gastronomias (e uso aqui o termo "duas" para simplificar), sabe que deste lado da fronteira (Espanha) se prolonga muito do que se faz em Portugal (ou vice-versa). Por isso, rebaixar a cozinha espanhola é rebaixar a cozinha portuguesa. São gastronomias irmãs. Aqui nem estão em causa juízos de valor. Perdoe-me, mas os seus comentários revelam um grande preconceito perante a cozinha espanhola (perante Espanha?). Teria todo o prazer em convencê-lo do contrário, à laia de guia, e tenho a certeza que seria bem sucedido, caso desse lado haja um verdadeiro "prazer da mesa". E não estou a brincar.
Um abraço.

3:23 da tarde  
Blogger Nuno M. S. Aleixo said...

Percebi perfeitamente que estou a falar com sabe do que fala. E posso adiantar-lhe que só conheço a gastronomia espanhola como um mero turista. E nessa condição tive o cuidado de nos vários locais tentar informar-me onde se comia bem com quem sabe ou seja com os espanhóis. E acredite não foi nos hóteis... Obviamente tive boas surpresas, mas considero ainda assim que a cozinha portuguesa é melhor. Claro que não me custa crer que as duas cozinhas sejam "irmãs" e que se pudesse descobrir a espanhola como o senhor, a respeitasse mais. Preconceitos não tenho e teria todo o gosto em mudar a minha opinião. Mas, voltando ao tema que me levou a comentar, acho que todos os locais tipicos portugueses ou espanhóis podem manter a sua "alma" e não deixar de ser limpos e higiénicos. Combater o trabalho da ASAE acho uma perfeita idiotice. E não me refiro á sua opinião, mas em Portugal critica-se por tudo e por nada... Eu prefiro um Portugal em que a Ginginha do Rossio funcione e atraia turistas com a sua alma de lugar castiço mas "lavadinha"... eheheheh...

Abraço!

3:42 da tarde  
Blogger CMF said...

O problema é que a ASAE já vai muito mais longe do que a higiene. Mas a culpa principal, claro, nasce nos legisladores, que definem todos os pormenores de uma cozinha, por exemplo, impedindo, na prática, o funcionamento de uma casa pequena. Por aqui as "tascas" não são sujas, longe disso (com excepções, como em todo o lado). Mas basta olhar para certos detalhes, inofensivos, para se perceber que não passariam pelos apertados critérios da ASAE/legislação portuguesa. E isso é que é grave, porque assim se mata a tradição, as pequenas casas, as cambiantes locais. Por exemplo, sabia que o mármore, esse nobre material português, está praticamente banido de uma casa onde se serve comida? Não é triste?

Já agora, e atrevendo-me a tentar auxiliar em próximas visitas, desde já é preciso perceber que em Espanha se come de maneira diferente. A arte principal está no petisco, na tapa. A alta cozinha é fantástica, mas é caríssima, claro. E há algumas diferenças que podem mexer um pouco com a forma de estar na mesa portuguesa: o arroz, por exemplo, é muito menos habitual em Espanha do que em Portugal, à excepção da região de Valência. Há uma explicação muito simples, tem a ver com terrenos, e não nos podemos esquecer que o arroz, a Sul do Tejo, é património recente; uma verdadeira cabidela alentejana e algarvia faz-se com batata! Mas tanta coisa haveria para referir, nesta riquíssima gastronomia ibérica!, nas diferenças e (muitas) semelhanças.
Um abraço.

4:02 da tarde  
Blogger CMF said...

...come-se de forma diferente, no sentido do "acto", da forma de estar à mesa...no conteúdo há muitas semelhanças, como já referi, especialmente em regiões fronteiras como Alentejo/Extremadura, e Algarve/Andaluzia...o que comemos em Portugal como prato principal é muitas vezes apresentado em Espanha como petisco...

4:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home