08 junho, 2006

||| Back to work.
Bom. Recomecemos.

Entretanto, uma curtíssima conversa de blogosfera: obrigado a todos os que enviaram mails ou deixaram mensagem na caixa de comentários; agradeço a todos, sinceramente. Uma coisa é verdade, para mim, e quero que saibam: fiquei surpreendido e contente -- e não desvalorizo o prémio nem recuso essas coisas, seria indelicado; agradecer as distinções que nos dão é sinal de boa educação. Também é verdade que foi o livro que mais gostei de escrever. Diria muito mais coisas, mas não estamos aqui para isso, pois não?

12 Comments:

Blogger Dulce said...

Que coisa fantástica descobri hoje!!: que o meu professor de Estudos Linguísticos na Universidade de Évora tem um blog. Virei visitá-lo mais vezes. E vou ler o livro.
Parabéns!

1:25 da manhã  
Blogger al cardoso said...

Parabens Francisco, irei comprar o o livro a minha proxima visita a Portugal.

Um abraco beirao.

6:56 da manhã  
Blogger nils said...

Eu por acaso até estava... mas não estamos, pois não?

10:42 da manhã  
Blogger Patrícia Nogueira said...

Não?...

11:25 da manhã  
Blogger Yvette Centeno said...

Caro Francisco, junto-me com um abraço de parabéns a todos os que já o fizeram, com votos de "ainda mais,muito mais..." livros, viagens e tudo o que o coração lhe peça!
Yvette Centeno

12:29 da tarde  
Blogger Eugénia de Vasconcellos said...

Porque não? Gostava de saber porque foi o que mais gostou de escrever e essas "muito mais coisas" que diria. Já no programa da Maria João Avilez, é certo que era sobre todo o seu trabalho, disse pouco sobre o livro...

12:33 da tarde  
Blogger Augusto martins said...

e não era mesmo para isso? Está a esquivar-se...

3:54 da tarde  
Blogger Carlos Azevedo said...

Bem, eu dei-lhe os parabéns, e eram sinceros (li o livro e gostei).
Mas, convenhamos, não aceitar o prémio não seria necessariamente uma indelicadeza. Não me parece, por exemplo, que Luandino Vieira tenha sido indelicado.

4:18 da tarde  
Blogger mao morto said...

Queira receber os sinceros parabéns de um qualquer anónimo pelo prémio. E pelos blogues. E pelos programas de televisão (os de hoje e os anteriores.

E agora tresvario: para quando a publicação de "Monge de Lanaus"?

11:59 da tarde  
Blogger Cuga said...

Muitos Parabéns! Por pouco que fomos vizinhos de gabinete em Évora. Não aconteceu... Quem ganhou foi a literatura portuguesa!

3:07 da tarde  
Blogger Orlando Nascimento said...

Nunca li nada do Francisco José Viegas, mas aprecio a forma como fala de livros, o excelente Livro Aberto, o blog, a sua liberdade de pensamento, o ser do FCPorto (nao resisti...)
Dizem que Longe de Manaus é o seu melhor livro. Vou tentar encontrá-lo na Feira Livro Lisboa. E espero ter um autógrafo.
Parabéns pelo prémio!

2:31 da tarde  
Blogger palmira8 said...

quero ficar perto de "manaus": vou ler

11:12 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home