21 maio, 2006

||| Futebol, pá.
De acordo com o Ferreira Fernandes: «Já chega de anúncios sobre futebol, de bandeiras, de suplementos sobre futebol. O País que se interesse por aquilo que é importante: o futebol.» Não estou nada interessado nas bandeirinhas, nem na pátria (vou, naturalmente, torcer pela selecção) nem nas emissões de televisão sobre futebol, nem na opinião dos sociólogos sobre o patriotismo ruidoso, nem no ar de enfado dos que ficam surpreendidos com a existência do Mundial (desculpem, já escrevi sobre isso aqui). Mais do que legítimo, não gostar de futebol. Acertadíssimo, até. Mas nada de moralizar.

1 Comments:

Blogger magnuspetrus said...

Confesso que ele terá alguma razão, pois desde 2004 que não se via tamanho momento de suposto nacionalismo.
Engraçado será pensar que caso não existisse futebol, quem conseguiria pôr tamanho aglomerado de mulheres num estádio para fazer uma bandeira gigante?

10:32 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home