06 junho, 2006

||| Coimbra.








Está certo que a Central de Cervejas já produz a Sagres Selecção, que é muito boa. O revivalismo também está, aí, nos frigoríficos onde há Cergal (mazita) ou ate Clock (mazinha). Mas, de todas as vezes que vou a Coimbra -- como agora aconteceu -- pergunto sempre a mesma coisa: «Então e a Topázio?» Eu gostava da Topázio. Bebia Topázio e levava Topázio, de Coimbra para onde fosse. A última vez que a bebi (no Ticino, onde nunca mais voltei) não sabia que era a última vez.
Na semana passada, entre gente de Coimbra e em Coimbra, perguntei a certa altura: «Então e a Topázio?» Esperava essa demonstração de sabedoria e de bons conhecimentos (saudosismo e, vá lá, choraminguice, nunca me convencem), associada a um revirar de olhos que reenviava para um copo de cerveja num Verão distante. Os meus interlocutores variaram. Um diz que não bebe. O outro não conhecia. Eu envelheci.

(Filipe, diz-me que isto não é verdade e que eles nem eram de Coimbra...)

6 Comments:

Blogger Milton said...

Pô, Francisco, estou com fome e sede. Pára com isso.

1:55 da tarde  
Blogger Silvia said...

Julguei que era só o Carlos que tinha o hábito de ir a Coimbra e não voltar sem beber uma Topázio... ou sem se indignar por não haver... Investigação em curso sobre o paradeiro da dita.

2:57 da tarde  
Blogger FNV said...

A verdade é uma cadela danada, Francisco. E se perguntares pela Cervejaria da Fábrica, respondem-te que as fábricas são fora da cidade.
Por falar em saudade, lembras-te da portuguesíssima Bohemia? 8,5º , stoutentante

3:20 da tarde  
Blogger Susaninha said...

Francisco, não envelheceu. Eu sou de Coimra, tenho 24 anos e sempre bebi Topázio. Ou será que também eu estarei já a envelhecer?

8:23 da manhã  
Blogger Rui Curado Silva said...

tsk, tsk
isso é o que faz estar com más companhias em Coimbra

11:36 da manhã  
Blogger FNV said...

Su: essa Topázio já nada tem da outra. Ainda assim, ainda bem.

9:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home