01 dezembro, 2005

||| A vida de noite.










Sim, escrever sobre a vida que passa. O comboio da meia-noite traz gente com sono. Jornais amarrotados. Pessoas que escrevem em moleskines. Risos antes de feriado. Eu próprio adormeço de vez em quando, como a vida que passa. Já é hábito acordar na mesma estação.